Últimas Notícias

Sampaio diz que união com governo tem 'amenizado impacto' da pandemia em Roraima

Sampaio relembrou mudanças administrativas, como posse de novos servidores e extinção de 300 cargos comissionados

Créditos: Samantha Rufino
Cerimônia ocorreu na manhã desta quinta-feira (25), após dois adiamentos

Os deputados estaduais retornaram às atividades nesta quinta-feira (25) após 64 dias de recesso e dois adiamentos da abertura do ano legislativo. A cerimônia iniciou por volta das 9h30 e foi transmitida virtualmente por conta da pandemia da Covid-19.

Parlamentares e autoridades participaram presencial e virtualmente. Dhiego Coelho (PTC), Jeferson Alves (PTB) e Jalser Renier (SD), afastado da presidência da Assembleia Legislativa, não estiveram no evento.  

Na solenidade, o presidente da Casa, Soldado Sampaio (PC do B), destacou a união entre Legislativo e Executivo, principalmente nas ações de enfrentamento ao coronavírus. Mesmo assim, eles não votaram o pacote de projetos econômicos previsto para hoje, de autoria do governo.

"A união tem sido a tônica dessa atual gestão. União que tem proporcionado avanços conjuntos com o Estado para amenizarmos o impacto da pandemia. Como a abertura do Hospital de Retaguarda, novos leitos e campanhas lideradas por esta Casa junto ao governo", declarou Sampaio.

O deputado foi secretário-chefe da Casa Civil do governador Antonio Denarium (sem partido) e pediu para sair depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) ordenar nova eleição para mesa diretora da Assembleia. Ele foi eleito por unanimidade e disse que o governador teria apoio do Parlamento. 

Sampaio relembrou na cerimônia de abertura as mudanças administrativas na Assembleia, como a posse de novos servidores e a extinção de 300 cargos comissionados. Ele afirmou que está aberto ao diálogo com os demais Poderes.

O encerramento foi feito com a leitura da mensagem anual do governo, feita por Denarium, que se mostrou alinhado a Sampaio. O gestor citou a aliança entre governo e Assembleia, além das ações realizadas no ano passado e as previstas para 2021.

Mesmo com protestos de servidores contra o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR), denúncia de falta de medicamentos para pacientes no Hospital Geral de Roraima (HGR), Denarium elogiou os profissionais, falou sobre o novo modelo na Saúde Pública, e implementação de leitos e insumos.

"Conseguimos em pouco tempo construir um novo modelo de saúde pública e com capacidade maior de atendimento. Sabemos que quando a pandemia passar, esse novo modelo ampliado e regionalizado vai ficar", contou.