Últimas Notícias

Vereadores rejeitam pedido para retirar de votação emendas ao orçamento de Boa Vista

Emendas apresentadas remanejam quase R$ 40 milhões de ao menos três secretarias

Créditos: Da Redação
Sessão é marcada por troca de acusações entre vereadores - Yara Walker/Roraima em Tempo

Um requerimento para retirar de votação as emendas que modificam o orçamento da Prefeitura de Boa Vista foi rejeitado pela maioria dos vereadores, durante sessão nesta segunda-feira (18).

O pedido tinha sido apresentado por oito vereadores: Adnan Lima, Ítalo Otávio, Sandro Baré, Júlio César Medeiros, Manoel Neves, Regiane Mattos, Melquisedek e Jullyerre Pablo. Eles alegaram que as emendas foram apresentadas fora do prazo.

"Recebimento e colocação de emendas à Lei Orçamentária Anual [LOA] após 26 de outubro é completamente ilegal, e as emendas sequer deveriam ser recebidas", cita documento protocolado na Casa Legislativa.

As emendas apresentadas remanejam quase R$ 40 milhões de ao menos três secretarias, sendo que R$ 10 milhões vão diretamente para a Câmara de Vereadores. A prefeitura alertou que as mudanças no planejamento afetam drasticamente as ações do município.

O presidente da Casa, Genilson Costa (SD), colocou o requerimento para votação, rejeitado por 11 votos.

Requerimento foi rejeitado pela maioria dos vereadores - Foto: Yara Walker/Roraima em Tempo

PROTESTO

A votação é marcada por protesto, fechamento do portão da Casa e ausência de vereadores. O projeto prevê R$ 1,4 bilhão e deve ser apreciado ainda hoje, mas enfrenta resistência no Parlamento, em meio à troca de acusação entre os vereadores.

Mais de 100 pessoas que foram à Casa Legislativa para acompanhar a votação foram impedidas de entrar. O portão principal está fechado e guardas municipais fazem a segurança do local. 

O ano legislativo encerrou em 31 de dezembro sem a votação do projeto. Foram cinco convocações do ex-presidente Mauricélio Fernandes (MDB) para apreciar a proposta, mas os vereadores boicotaram as sessões.